terça-feira, 20 de abril de 2010

Gain Ground (Master System)

Se eu fosse definir Gain Ground em um gênero, eu diria se tratar do gênero Gincana Balística, pois resume bem o que é o jogo. A história trata de guerreiros presos em uma simulação produzida pelo governo à fim de treinar soldados perfeitos, só que alguma coisa dá errado e diversos guerreiros de diversas épocas precisam se unir pra escaparem vivos dali. Tudo isso em meio à explosões, andróides e tiros, muitos tiros.

tudo começa na graminha, mas logo o bicho pega com um DEMONHO ENORME como chefe

Gain Ground, por muito tempo, foi jogo que joguei muito, principalmente com um amigo meu. E podem apostar: é um dos melhores multiplayers do Master System até hoje. No game começamos com poucos soldados, mas vamos encontrando mais conforme avançamos as fases. Existem muitos tipos dele, indo desde o básico homem das cavernas com uma lança, passando por soldados atiradores de elite, de granadas, velhos xamãs, ninjas e até um ciborgue armado com uma bazuca de tiros triplos! Porque bazucas normais estarão fora de moda no futuro.

o ninja é um dos melhores, assim como o "cara da metranca"

O jogo se extende por diversos labirintos, sendo um por fase e 10 fases por época ou era. Cada era corresponde à evolução tecnológica humana no que diz respeito à armamentos, então espere encontrar desde estátuas incas atirando sem parar (?) até grandes fortes armados com robôs gigantes atirando lasers pra todo lado. A última etapa reúne o que existirá de mais moderno, como lasers que se levantam do chão (estilo a mansão dos X-Men), barreiras magnéticas, pisos giratórios, máquinas enormes e andróides, muitos andróides pra todo lado.

as barricadas vão ficando mais complexas, assim como os obstáculos nas fases

Junto de um amigo ou sozinho, a missão é passar as fases. Existem duas formas pra isso: ou chegando ao EXIT estampado na tela ou matando todos os inimigos do cenário. Mas cuidado: se perder um guerreiro em combate, é possível salvá-lo levando seu símbolo que fica no chão até o EXIT. Se todos os inimigos forem mortos, a fase termina e diga adeus aos soldados não resgatados. Isso vale pra novas unidades que podem ser achadas também.

O jogo é divertido, tem músicas bacanas e um visual bem caprichado, mesmo pro Master System. No Mega Drive as coisas são maiores, com fases melhor desenhadas e que pedem uma estratégia maior também. A dificuldade na versão 16 bits também é superior, mas eu prefiro a versão charmosa do Master System. Questão de nostalgia.

Gain Ground vale muito bem uma tarde bem jogada ao lado da esposa ou daquele velho amigo . É um jogo cooperativo, divertido e que faz muita falta nos dias de hoje.

Nota: 7.5

16 comentários:

  1. Tinha jogado apenas alguns minutos desse jogo, mas agora deu vontade de dar outra chance a ele. Principalmente depois de saber dessa história, bem criativa!

    ResponderExcluir
  2. Simplesmente adoro esse jogo.
    Joguei todas as versões dele (Arcade, Mega Drive, Master System, PC Engine e PlayStation 2), e não há nada como jogá-lo com um amigo. A primeira vez que joguei foi com meu primo no Mega Drive, e viciei instantaneamente. Jogávamos durante horas a fio, sem nos enjoar.

    Só não consegui terminar o jogo no PlayStation 2, porque achei difícil pacas... sou um noob.

    Uma curiosidade: não me lembro se tinha isso na versão de Master System, mas na de Mega Drive era "melhor" jogar no Normal ou no Hard, pois no Easy, ao terminar o Round 3, você automaticamente pulava para o 5! O quarto estágio é a era contemporânea, cheia de soldados e tanques de guerra.

    Boa, Cosmão! Lendo sobre este jogo deu até saudade dos tempos em que eu jogava com meu irmão e meu primo!

    ResponderExcluir
  3. @Eduardo
    Não manjo dessa curiosidade não Eduardo. Geralmente jogo tudo no normal mesmo, ainda mais em Gain Ground, onde é preciso passar por todas as etapas pra conseguir mais membros pra equipe.

    Também me sinto nostálgico com um game desses, fez parte da minha infância gamística e eu tava devendo uma análise dele aqui.

    ResponderExcluir
  4. Depois de ler seu texto deu vontade de experimentar a versão do Master System. Cheguei a jogar Gain Ground do Mega Drive, mas logo nas primeiras telas eu me desinteressava. Tem um versão para arcade (System 24) também - nunca joguei.

    ResponderExcluir
  5. Ah, esqueci de passar o link da música Origin ~Awaken~ tocada pelo SEGAROCKS:

    http://www.4shared.com/audio/mfaiwqYb/02_Origin_Awaken.html

    ResponderExcluir
  6. @Cosmão
    Sensacional, belíssima análise Cosmão! Esse game é muito bom, jogava muito.
    Curtia pegar o lançador de chamas (acho que já no roun 3 ou 4), era meio que "frenético" hahah, e odiava o velhinho lento com cajado, o "Moisés" que jogava água. Sem dúvida o ninja e o cara da metranca eram os melhores.

    @Eduardo Shiroma
    Então Eduardo, no Master System você não tem escolha, só tem o jogo normal. O modo easy e hard provavelmente só tem no 16 bits. Mesmo assim pode ficar sussa, no 8 bits vc não pula para o Round 5 sem jogar o 4.

    Cara, bateu uma vontade de jogar novamente.

    Abraço, Leo S.
    http://qgmaster.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Eu conheci Gain Ground durante a minha "Cruzada Master System", e fiquei muito surpreso com o jogo:
    http://www.gagagames.com.br/?p=8720

    É excelente. Ainda não joguei o do Mega Drive, mas estou muito curioso.

    ResponderExcluir
  8. @Leo S.
    Eu também gostava de pegar o lança-chamas, é um dos melhores jogo. Bem por isso, só existe uma unidade dele no jogo todo, e fica em um lugar bem sacana de pegar.

    @Orakio
    Aconselho experimentar a versão do Mega, parece uma versão expandida do Master, mas as músicas, principalmente, não ficaram legais no Mega, fora que a dificuldade nas fases adiantadas foi pra casa do capeta.

    ResponderExcluir
  9. @ANTIDEUS
    Baixarei aqui. Segarocks Rocks :D

    ResponderExcluir
  10. Nunca tinha ouvido falar desse jogo aí.
    Parece um Guantlet mais trabalhado.
    Acho que já sei qual será minha
    próxima empreitada multiplayer. Arrasa Shu!

    ResponderExcluir
  11. Ah, será que jogar sozinho é legal? Multiplayer ainda não é possível jogar no Dingoo A320... Mas no 330 vai daaaar XD

    ResponderExcluir
  12. @GLStoque
    Lembra o Gauntlet mesmo, só que com fases mais curtas.

    @Zolini
    É bacana jogar sozinho sim, e perfeitamente "terminável", diferente da versão Mega, que fica melhor se jogado com um amigo.

    ResponderExcluir
  13. Um parece ser um jogo meio estranho pra mim , meio confuso mas vele a pena jogar pra se ver como é .

    ResponderExcluir
  14. cara relembrei desse jogo agora sempre jogava com um amigo meu mas ele havia ido embora e eu tentei só e consegui daí eu não para todo dia zerando o gain gound mas um dia meu master sister pifou mas pensa que ficou por isso mesmo? nada! comprei outro e continuiei minha saga nesse jogo uma dica pra detonar o ultimo "chefão" aquele tanque gigante consiga o máximo de ciborgs de três tiros d bazuca que eles vão dar conta do "chefão" é assim: vc está lá pela área 40 na fase 9 repita ela várias vezes até vc ver que dar pra acabar com aquele tanque maldito. kkkkkkkkkkkk agora até lembrei que eu e meu amigo nunca conseuia-mos finalizar e um dia numa tarde eu perguntei pra ele - sabe quendo vamos finalizar o gain gound? nunca!! kkkkkk quando terminei de falar isso finalizamos então desvendamos o mistério desse jogo vc tem que ter no máximo uns 50 soldados pra zerar esse jogo valeu relembrei os tempos d mega drive aqui

    ResponderExcluir
  15. aí perdão pelo meu erro. não era mega drive e sim master sistem

    ResponderExcluir
  16. Um jogo maravilhoso, complexo, ímpar.

    ResponderExcluir