terça-feira, 27 de abril de 2010

Retronado Illusion of Gaia [3]


Após as devidas apresentações, é hora de seguir com a história de Illusion of Gaia. Fui até a tal caverna beira-mar e achei dois dos amigos jogando cartas tranquilamente. Essa caverna funciona como um pequeno clube de amigos, onde eles se reúnem para beber, falar mal da esposa, jogar baralho, usar drogas e ver filmes pornôs. Ops, esqueci que são crianças. São crianças que ficam jogando baralho após a aula escondidas em um buraco...



Entrei e fiquei observando os dois jogando cartas, até que Erik aparece gritando: "NOVAX, NOVAX, A PRINCESA DO CASTELO EDWARD FUGIU!!!". "Rá, grande coisa ¬¬!", eu diria se fosse na vida real. E foi o que disseram no game também! Lance diz que deve ser aquela menina mimada chamada Kara (que é um nome horrível, diga-se de passagem), a qual Erik sempre gostou e que a notícia não vale de nada. Lance foi rude e estúpido, mas muito engraçado. Erik diz que é mentira e que talvez os guardas reais venham atrás da garota, que se dirige à South Cape. Mas que picas, parece que todo mundo resolve vir a South Cape, por um motivo ou por outro... Erik está animado pois quer conseguir um capacete da guarda real.... Nesse momento deduzo que ele tem 5 anos ou menos.

Lance é o cara das respostas certas nas horas certas

Lance então pede para que Will se sente ao lado de Erik e Seth pergunta o que vamos fazer hoje. Erik diz que quer ver os poderes misteriosos de Will. Como assim?? Erik diz que Will pode mover as coisas sem tocar nelas. E é verdade! Com o botão que gira o bastão, é possível atrair a estátua verde do recinto, e todos ficam estupefatos. Lance propõe um desafio de cartas e pede à Will pra tirar uma carta que eu ache que é o às de ouro. Acho que não importa qual carta seja retirada, aqui é certo que Will vai tirar a carta certa, deixando todos com a pulga atrás da orelha. Lance questiona Seth se isso tudo não se trata de algum poder psíquico, e Seth diz que acredita se tratar de algum tipo de mágica. Sem entender nada, os garotos voltam à jogatina de cartas e eu me lembro que preciso voltar para casa pra jantar.

estou começando a descobrir os poderes de Will

Do lado de fora da caverna, é interessante ver que anoiteceu no jogo, algo bem raro nos RPGs da época. Chegando em casa, vi um porquinho fazendo a maior bagunça na sala. Mas UM PORCO na sala? Why? A explicação vem em seguida: a tal fugitiva do Edward Castle aparece dando a maior bronca do pobre porco, que deve ser seu animal de estimação. A menina faz diversas perguntas à Will, inclusive sobre seus pais, dizendo saber quem era o pai dele o que aconteceu. Kara pergunta se existe um piano ali, mas Will diz que não (menina chata do cacete), apesar de sua avó ser uma grande cantora. Kara comenta que ela estava cantando lá no segundo andar, sugerindo a minha subida até lá pra ouvir. Ao subir, converso com os dois velhos e Kara solta um berro lá de baixo. Ah, mas claro, a guarda real veio buscar a malandra e a levou de volta, mesmo sob seus protestos gritantes. Antes de sair, Kara pede desculpas à Will e revela sua identidade. Diz ainda que parece conhecer o garoto há muito tempo...

tchau Kara!

Conversando com Lola após o incidente, ela me explica que foi Bill quem construiu o caminho até o castelo Edward. Ele então entra no assunto dizendo estar arrependido de ter construído a prisão de lá, um labirinto onde as pessoas entram e nunca mais são vistas. Lola interrompe o assunto e diz que é melhor jantarmos antes que tudo esfrie. E naquela noite Will sonha que viajou o mundo com Kara... Não, não foi um sonho erótico.... pelo menos eu acho que não.

Pela manhã, desci até a cozinha e Lola diz que o Rei Edward mandou uma carta. A carta diz pra eu levar o Cristal Ring, objeto pessoal do pai de Will, até o castelo. Não entendi lhufas, e Lola me diz que se sente mal cada vez que lê a tal carta. Ela ainda me ensina uma melodia pra usar cada vez que me sentir mal, a qual soa bastante familiar à Will. Ganhei uma flauta e aprendi a Lola's Melody, seja lá o que isso significar.

já que está pedindo com tanta educação, vamos até lá saber

Bom, no próximo capítulo, vamos até o castelo Edward saber o porque do interesse do Rei nas tralhas de Olan, pai de Will.

Nenhum comentário:

Postar um comentário