sexta-feira, 11 de maio de 2012

Herc's Adventures (Playstation)

Conheci Herc's Adventures através da saudosa Ação Games (ou foi na Super Game Power?). Na época, era fácil confundir esse jogo com outro clássico, Hércules, da Disney, pois os nomes são bem parecidos. Apesar de dividirem a mesma temática, os dois jogos são bem diferentes entre si: enquanto controlamos apenas o invencível Hércules no game da Disney em fases 2D, em Herc's Adventures podemos escolher entre três heróis, um mais maluco que o outro, percorrendo todo o perímetro do antigo Egito, enfrentando hordas e mais hordas de inimigos pra lá de bizarros.

Mas, além disso, o que faz de Herc's Adventures um jogo tão bacana e, ao mesmo tempo, tão pouco conhecido? Simples, o estilo adotado. Afinal, um game baseado na mitologia, cheio de piadas engraçadas por todo canto, um visual de desenho animado, muita porrada e ainda contando com um desafio descabelante não era pra qualquer um na época...


No game podemos escolher entre Hércules, o fortão e mais simples de se jogar, Jason, o argonauta que usa um estilingue e Atlanta, a arqueira que prefere matar os inimigos de longe. Cada um deles possue algumas particularidades, principalmente no início do game, onde todo jogador parece sofrer mais até pegar as manhas e aumentar a barra de energia. Controlar os personagens é simples, pois apenas saltam, correm e atacam, sendo que podem interagir com outros NPCs através de um quarto botão. Com os botões L/R é possível trocar e usar os mais diversos itens, desde frutas para se curar ou até mesmo alguns poderes como raios, o bafo congelante, lanças, etc. Além da barra de energia, existe também a barra de força, que se repõe sozinha e gasta toda vez que precisar correr ou erguer objetos pelo cenário.

      Hércules chegando na antiga Grécia (com uma bela placa de boas vindas)
e jogando casinhas por aí...

Herc's Adventure, antes de mais nada, é um jogo de exploração. Não adianta querer passar tudo correndo e matando todo mundo, pois logo vai dar de cara com alguma porta fechada ou algum muro bloqueando o caminho. É preciso vasculhar cantos, passagens e paredes em busca de chaves, inimigos e vendedores secretos, que podem lhe dar uma boa ajuda em troca de algumas moedas. Falando neles, o game possui um único item para repor energia, raro e escasso, mas que pode ser comprado com alguns raros vendedores.


...enquanto Atlanta arremessa ovelhinhas e encontra chaves na montanha...

Toda dificuldade do jogo se divide entre vasculhar cenários em busca de chaves ou portas e destruir os inimigos. O combate, apesar de simples, pode ser um pesadelo contra chefes ou inimigos mais fortes. Nessa hora entram os itens secundários como lanças ou magias, que dão uma boa ajuda nos momentos de aperto. Em um game onde os itens de cura são escassos, saber se defender pode ser a chave de um combate. Se por acaso morrer, será levado ao inferno onde Hades propõe um desafio para poder voltar ao mundo dos vivos.


...e Jason pica algumas caveiras e coleta corações

O visual do game é lindo, mesmo pros padrões atuais. Tudo lembra um desenho animado e as caretas dos inimigos e personagens dão todo o tom divertido ao jogo. Zeus, Hades e toda a trupe de deuses antigos dão as caras e são gigantescos na tela, geralmente para contar alguma novidade, dar alguma dica ou falar alguma besteira, como é o caso do vilão Hades. As músicas acompanham os gráficos e dão o tom exato nas horas certas. Os efeitos sonoros também ficaram bem bacanas, com destaque para as vozes dos personagens, cheias de estilo.


descendo a paulada no primeiro chefe e matando passarinhos nas montanhas

Apesar de todos esses pontos positivos, Herc's Adventures pode acabar enjoando quem procura mais variedade. É verdade que o mapa é enorme e instiga a exploração, mas bater da mesma forma nos mesmos inimigos várias e várias vezes, além de sempre estar à procura de alguma chave para prosseguir acaba cansando. O humor do game dá uma segurada, mas os produtores poderiam ter colocado algumas áreas com puzzles mais complexos, para dar uma variada no corre/bate/pega chave/ abre porta do jogo.


seria esse Pitágoras?? esse carinha dita o puzzle das portas
 ao lado, um pequeno riacho, mostrando que partes aquáticas também fazem parte do jogo

Mas, pra quem nunca tinha ouvido falar, Herc's Adventures pode se surpreender muito. O visual do game ajuda bastante, é verdade, mas aqui existe uma espécie de action-RPG arcade, menos focado em puzzles, mas mantendo a mesma diversão e com um detalhe interessante: a opção para dois jogadores! Mesmo soando meio repetitivo às vezes, é um game que pode te prender por boas horinhas na tela.


a entrada de Athenas e uma telinha mostrando o mundo dos mortos...

Resumão:
+ visual de desenho animado;
+ o trio de personagens é carismático ao extremo;
+ uma boa dose de dificuldade na exploração do enorme mapa;
- podia ter puzzles mais variados;
~ também para Sega Saturn;

Final Score: 8

18 comentários:

  1. Muito legal esse jogo. Tenho ele para o Saturn e joguei no Psone na época do lançamento, mas deixei meio de lado por causa dos jogos 3D (grande erro que cometi na época...). Belo post. Agora quero jogá-lo mais no emulador de Play 1 do JXD S601.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. lembro que a primeira vez que aluguei ele foi pro Saturn também, naquela fita gigante do Saturn hehehe!

      Excluir
  2. já conhecia esse game no PS1, era bem engraçado. mas o pessoal gostava do Hercules da Disney. quase ninguém o jogava na locadora do seu Nau, exceto eu e meu irmão. e não sabia que tinha para o Sega Saturn

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, esse game ficou meio desconhecido justamente pelo Hércules da Disney, que, por sinal, não é ruim, mas eu prefiro esse!

      Excluir
  3. Ótimo jogo esse. Joguei um pouquinho no Saturn, até o Magic Swap parar de funcionar. Vou arrumar um pro playstation.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehehe, bons tempos de Magic Swap em auhauhauha

      Excluir
  4. Cheguei a ver uns amigos meus jogando mas tinha tantos jogos saindo que eu nem dei muita atenção na época fiquei mas naqueles jogos que as revistas dava atenção .Mas ta ai um jogo que vou colocar na minha lista a jogar olha que não é pequena hein Cosmão hehehehehe .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua lista de jogos para jogar só aumenta uaehueahauehaeuhae!

      Excluir
  5. Cosmão esse jogo tem muito naipe de jogo do Sega Saturno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez pelo estilo gráfico, o qual o Saturn tinha um maior apelo, já que o forte do console era a memória maior, o que permitia os produtores à fazerem jogos em sprites muito mais detalhados, e blábláblá...

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Legal esse seu texto sobre Herc's Adventures, Cosmão. Realmente instiga o leitor a conhecer o jogo, pois há bastante informação em frases bem formadas. Tive a oportunidade de jogar esse game por algumas horas quando eu era mais jovem. Não entendi muito bem como o jogo funciona, não sabia muito sobre inglês e achei o jogo difícil demais. Ano passado me interessei por jogar novamente e adorei!

    Percebi que uma das principais dificuldades está no fato de que os deuses dão dicas bastante específicas em inglês. Não havendo legenda, é preciso ter um bom ouvido para esse idioma, o que eu não tinha na época, dificultando muito a jornada.

    Além disso, a jogabilidade é complexa. Existe uma dificuldade causada não por controles ruins, mas pela existência de muitos tipos de ataque e inimigos espertos que a gente precisa detonar de um modo específico. Resumindo, esse jogo é ideal para jogadores experientes que tenham conhecimento de inglês, em particular uma boa escuta, além da habilidade nas batalhas.

    Aprendi um macete muito importante de modo espontâneo, não lendo em sites ou revistas, mas observando na prática. Gyros é um sanduíche de carne grego. No jogo, esse item enche a vida e a resistência, e é bastante raro. Na cidade de Elis, existem itens escondidos e moedas. Pegando-os, saindo da cidade, voltando pra pegar mais um e repetindo o processo por alguns minutos, o jogador consegue um ótimo estoque de lanças e sobretudo de moedas, podendo comprar gyros.

    Nada mau em um jogo tão difícil! Cheguei ao seu fim recomendo muito. Estou pensando em fazer um detonado porque os jogadores em geral, assim como eu-ainda-jovem, acham esse RPG/Ação super complicado. Quero muito detonar esse game no modo de dois jogadores. Só falta encontrar o parceiro de aventuras!

    PS: sou o mesmo que narrou Chakan vs Spider Queen, mas numa conta diferente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Professor Enzo!

      Muito bem notado da sua parte quanto às dicas em inglês falado, sem legendas. Realmente, vez ou outra aparecem Zeus, Hades e tantos outros FALANDO com os personagens, muitas vezes coisas engraçadas, mas com dicas entre elas.

      Sobre o gyros, realmente são escassos e as lojas onde são vendidos também são de difícil acesso.

      Nunca cheguei a terminar o game, mas gostaria muito de ler um detonado dele, parece ser bem interessante nas fases adiantadas.

      Abraços!

      Excluir
  8. Eu amo este jogo, tenho ele para Sega Saturn e antes de tê-lo aluguei muito, realmente o replay não é alto mas acho as piadas, as armas e as sacadas com personagens da mitologia e até aliens(a little spoiler)muito legais e realmente faz com que você queira jogar mais e mais.

    ResponderExcluir
  9. Prefiro essa versão do que a da Disney, por ser mais cômica e por poder jogar em duplas, ponto pro game!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  10. Amo esse game! Aluguei muito pro Saturn, muitos anos depois consegui comprar o cd! É muito divertido jogar em dupla, o jogo é mesmo lindo e engraçado! Nota dez, recomendadíssimo!!

    ResponderExcluir
  11. Nossa joguei muito quando criança... Alguém sabe dizer se existi um link q possa abaixar o jogo no PC?

    ResponderExcluir