quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Tutorial Hyperspin (front-end)


Há muito tempo atrás, eu tomei conhecimento de programas cuja função era de agrupar e organizar emuladores e roms. Comecei com o SimpleFE, do camarada boosector (pra quem não conhece, o boot foi um dos principais programadores e criadores do MEGAPACK BR, famoso pacote de instalação de programas pro destrave do PS2, através do HDD). Como o próprio nome dizia, era um front-end simples, basicamente você selecionava o emulador e depois a rom, previamente configurados no programa. Algo simples e prático pra quem não tinha muita ambição e estava conhecendo o processo.

O tempo passou e meu interesse por front-ends acabou sumindo... Maass, eis que, num lampejo de idéias, fui novamente vislumbrado pelas capacidades visuais de um front-end bastante peculiar. Na época, eu já tinha visto vídeos sobre ele e achava algo muito chato de se mexer, além do que a minha máquina não suportaria tudo aqui. Esse front-end era o Hyperspin. Após um comentário de um amigo do facebook (o Bruno Shinkou que, aliás, faz ótimos covers de CANÇÕES de sucesso nos games), resolvi investigar à fundo esse negócio de front-end, já que atualmente possuo uma máquina muito melhor. E o Hyperspin começou a fazer parte da minha vida por várias semanas atrás...


O Hyperspin possui dois problemas logo de cara: ele é muito bonito e chamativo, mas é muito complicado e CHATÍSSIMO de se APRENDER a configurar. Portanto, eu tinha um grande caminho pela frente se quisesse ver essa belezura funcionando à pleno vapor aqui. Comecei a procurar no nosso querido Google e encontrei diversas páginas com tutoriais dos mais variados, alguns explicando passo a passo, outros informando erros, outros injetando mais curiosidades ainda, alguns pela metade, 90% em inglês, etc. Baixei o dito cujo, mesmo sem saber ao certo o que estava baixando, pois o site oficial não oferece em letras garrafais: "BAIXE AQUI O HYPERSPIN COMPLETO", tudo é muito subjetivo. Enfim, depois de quebrar muito a cabeça, consegui fazer saporra funcionar e vou deixar aqui um pequeno tutorial pra quem quer se aventurar nesse p#$#@ front-end espetacular.

Notas importantes:
nesse tutorial não serão divulgados links para roms e emuladores, portanto, nem insista, pois isso é contra as leis do blogger;
eu vou mandar o passo a passo configurando um emulador apenas, talvez com outros similares (leia-se: 8 e 16 bits) seja algo bem parecido;
tenham paciência, nem sempre tudo funciona como deve e eu estou aprendendo ainda, portanto, mais tutoriais podem surgir em breve dando mais dicas e solucionando alguns engasgos;

Acredito que um dos motivos de não existir um passo a passo concreto e atualizado sobre o Hyperspin é que ele gera renda pra algumas pessoas. O programa é gratuito, mas configurá-lo vai da sua paciência. Pessoas montam verdadeiros arcades com esse programa embutido em algum PC velho, vendem e lucram horrores, já que o programa é free e o único trabalho foi fazer o bichinho funcionar, além de horas e horas de downloads. Aliás, tocando nesse assunto, se desejar equipar o Hyperspin com tudo que ele merece, pode reservar aí um bom tempo baixando vídeos e snapshots, pois tudo isso pode ser embutido no danado, transformando ele num monstro da emulação. Existem packs completos pra baixar com quase 100GB, algo realmente grande considerando as conexões de internet brasileira (deszipados vão-se quase 2 TERAS de HD). Mas, chega de enrolação, vamos tocar o barco e passar alguns macetes pra quem deseja baixar, instalar e configurar o Hyperspin!

O Download

A primeira grande dúvida é: onde e o que baixar. O Hyperspin é disponibilizado gratuitamente em seu site oficial. Após cadastrar e navegar por algumas abas, temos três links para download na seção HYPERSPIN: o link central é o correto. Isso ninguém me mostrou, ou explicou. Tá certo que lá mostram tudo, mesmo em inglês, é explicado que se tratam dos arquivos instaláveis. Mas, por que tais arquivos NÃO INSTALAM? Eles não instalam no PC, são apenas EXECUTÁVEIS, como os emuladores (menos o Projetc 64). Você baixa o pack de quase meio giga e pronto (Hyperspin Install Files v1.3.2.0). Baixou? Ótimo! Vamos ao próximo download!



Segundo arquivo necessário: o Hyperlist. Ironicamente, você não vai achar essa porcaria no site oficial! :D Sim, pode rir, porque parece uma piada! Um arquivo essencial, que CRIA SUA LISTA DE ROMS PRO HYPERSPIN RECONHECER, não existe por lá, pelo menos não à olhos vistos, como os outros arquivos! Eu encontrei ele por meio de vídeos de tutoriais no Youtube e vou deixar o link aqui, pra quem quiser baixar. Apenas lembrando: talvez esse programa seja desnecessário caso o novo Hyperspin já venha com alguma coisa similar, mas, pelo que andei testando, sem o Hyperlist pra criar as listas de roms, o Hyperspin não reconhece. Baixe o Hyperlist aqui. Download feito? Ainda não execute nada, vamos ao terceiro e mais importante download!

Mais importante que o próprio Hyperspin?, alguns dirão. SIM! O Hyperlaunch é o programa responsável por CARREGAR o emulador, além de algumas outras coisas. Essas "outras coisas" me ficaram ocultas até no dia em que fiz essa merda funcionar! Acontece que, antigamente, em versões antigas, o Hyperlaunch era mais complicado de se configurar. A versão mais atual é mais simples e conta com um visual mais amigável. Mas, olhem só, dêem uma boa olhada na lista de downloads e vejam se entendem alguma pica disso...



Arquivos a serem baixados (APENAS): o primeiro, Hyperlaunch HQ v1.0.12.0, e o último, o full install, de 44MB! O arquivo maior, com mais de meio giga serve apenas como perfumaria pro fron-tend, as quais eu ainda não testei e não é o objetivo desse tutorial! Baixados os dois arquivos, é hora de começar a instalação e configuração do front-end. Em outras palavras, aqui começa o segundo round de dúvidas e mais dúvidas.

A Instalação

A primeira coisa a ser feita, já que o Hyperspin não se instala (pelo menos não nessa nova versão) é criar uma pasta no C: chamada Hyperspin, ficando C:\Hyperspin. Dentro dela, descompacte o arquivo com o Hyperspin, o primeiro que baixamos. Notem vários programas junto com o Hyperspin, mas não execute nada ainda. Aliás, execute sim o Hyperspin.exe e veja o preview do front-end. É por ele que vamos começar a jogatina quando tudo estiver pronto.

Depois de retirar o recheio do Hyperspin, vamos instalar o Hyperlist, que é um executável normal que se instala no Windows facilmente. Aliás, esse parece ser o único arquivo "normal" do Hyperspin aqui...

Instalado o Hyperlist, descompacte o Hyperlaunch (o arquivo maior, full install) numa pasta própria dentro da pasta Hyperspin, mas não execute-o ainda. Descompacte diretamente na pasta do Hyperspin o Hyperlaunch menor, que nada mais é que uma interface para ABRIR O HYPERLAUNCH!! Entenderam o drama aqui? Isso não é explicado, nenhum tutorial que eu acompanhei falou sobre isso e é JUSTAMENTE AQUI que mora o principal problema no que diz respeito à configuração do Hyperspin: o Hyperlaunch é simples, mas sem esse arquivo, é um inferno!

De posse do Hyperlaunch HQ, execute-o e ele vai pedir pra procurar o executável do Hyperlaunch, que foi o arquivo maior que descompactamos numa pasta própria. Insira o caminho correto (que, em teoria, deverá ser C:\Hyperspin\Hyperlaunch v3.0.0.9\) e ele vai abrir o programa de configuração de todos os emuladores suportados pelo Hyperspin, bem como programas, controles, etc. Esse é o coração do Hyperspin, é por aqui que o programa principal vai reconhecer roms, extensões das roms, emuladores, caminhos para snapshots, caminhos para vídeos, etc, etc e etc.

Antes de configurar tudo isso, vamos ajustar o settings.ini do Hyperspin para que ele reconheça o Hyperlaunch, ou a mágica não vai acontecer! Abra a pasta Hyperspin, vá em Settings e depois no settings.ini. No bloco de notas, insira ali o caminho pro Hyperlaunch v3.0.0.9, incluindo uma barra \ no final, ou ele não vai interpretar como PASTA. Vão por mim, perdi um tempo aqui por causa dessa última e maldita barra... Feito isso, salve o txt e pronto, seu Hyperspin já vai poder reconhecer tudo que fizer no Hyperlaunch!


olha a barra ali

As Configurações

Agora vamos colocar um emulador pra configurá-lo no Hyperlaunch. Antes disso, ao escolher o emulador, tenha certeza de que o mesmo esteja rodando em fullscreen, já com botões configurados (caso haja um controle) e com filtros de imagens já colocados. Isso facilitará muito, pois tudo que for colocado no Hyperspin já deverá funcionar perfeitamente. Abra a pasta do Hyperspin, entre na pasta EMULATORS e crie ali uma pasta pro seu sistema. Eu escolhi, como emulador inicial, o UberNES do Nintendinho, já que ele é simples de mexer e vem com um filtro bacana de imagem que simula uma TV antiga. Crie uma pasta pra ele dentro da pasta EMULATORS, mas preste atenção: essa pasta precisa ter O MESMO NOME encontrado na pasta DATABASES do Hyperspin. Apenas entre lá, copie o nome e crie uma pasta com esse nome na pasta EMULATORS. Simples e rápido! Agora basta copiar O CONTEÚDO DA PASTA DO EMULADOR pra essa pasta recém criada na pasta EMULATORS, ficando assim:



Criada a pasta do emulador de Nintendinho, vamos criar a lista de roms. Execute o Hyperlist. Note as cinco guias no programa, mas vamos usar apenas a terceira (dir2xml), que é a guia que cria uma lista XML das roms disponíveis pro Hyperspin reconhecer. Abrindo a guia, em ROM Directory, coloque o caminho pras roms, no caso, de Nintendinho. Abaixo vem o problema, aqui não é o caminho pro emulador, como 90% das pessoas que usam isso pela primeira vez acham. Aqui é o caminho pro diretório das XMLs do Hyperspin, para gravar a nova XML por cima da existente no programa. A pasta correta aqui é a DATABASES, dentro de C:Hyperspin\Databases. Procure a pasta Nintendo Entertainment System e pronto! Em NAME TO GIVE XML FILE, coloque o nome da pasta do diretório, ou seja: Nintendo Entertainment System. Qualquer outro nome acarretará em não reconhecimento pelo Hyperspin. São coisinhas assim que fazem desse front-end uma chatisse pra configurar. Clique em CRIATE XML FILE e pode fechar o programa normalmente.



Criada a lista de roms e com o emulador na pasta correta do programa, vamos abrir o tão temido Hyperlaunch. Clique duas vezes sobre o HyperlaunchHQ. Ele vai abrir um leque ENORME de opções de configuração, mas vamos usar, por enquanto, apenas a configuração para o emulador do Nintendinho que escolhemos. Ao abrir, vá direto pra guia EMULATORS, no alto da tela (representada por um joystick de Atari) e, do lado esquerdo, selecione o Nintendo Entertainment System. Em ROM PATHS, coloque o caminho pras suas roms e, em default emulator, o emulador que vamos usar (no meu caso, o UberNES). Clique no + em verde, logo abaixo, para inserir o emulador: em name, coloque o nome do dito cujo; em path, o caminho do executável do mesmo e em EXTENSIONS mora mais um dos problemas que passei. Aqui são inseridas as extensões que estão suas roms, sejam em .zip, .rar, etc. Mas, é preciso colocar SEM O PONTO, apenas zip, rar ou, nesse caso, nes. Apenas isso, nes. Se estiverem zipadas, zip. Se estiverem misturadas, coloque entre vírgulase espaço: zip, rar, nes. Simples, eficaz e com uma pegadinha malandra, típica do Hyperspin :D !



Colocado tudo isso, é hora de TESTAR o Hyperspin. Sim, é "somente" isso! Nada de configurações escabrosas, downloads enormes, renomeação de arquivos ou até mesmo edições longas de txt's como eu andei vendo por aí. Eu vi um tutorial de um cara que nem sabia o que estava fazendo, configurava um monte de coisas, colocava pra rodar e era um erro atrás do outro. Incrível como uma coisa tão idiota de simples pode se tornar um verdadeiro inferno caso as informações realmente valiosas não forem ditas.

Às vezes, o que pode acontecer é do Hyperlaunch não reconhecer o emulador, mas isso é facilmente arrumado editando os diretórios nos txt's dos arquivos GLOBAL EMULATORS e do próprio emulador na pasta do Hyperlaunch. Ambos devem conter o mesmo caminho pro executável do emulador, caso isso não coincida, o Hyperspin dá um erro do tipo "não encontrado o .exe do emulador". Eu tive muitos erros desse tipo configurando os emuladores do SNES (SNES9X e ZSNES).

No mais, eu acho incrível como um front-end tão popular e bacana como esse não esteja sendo propagado em terras tupiniquins. É muita falta de informação e, principalmente: informação desencontrada. Pois se eu tivesse achado um tutorial desses, que mostrasse o que baixar, o que instalar e o que configurar, eu já estaria com meu Hyperspin funcionando há tempos.


(vídeo meramente ilustrativo)

Bom, com isso eu vou terminando. Caso ainda hajam dúvidas do funcionamento BÁSICO do Hyperspin, podem mandar nos comentários. Eu ainda não sei de tudo, aliás, estou muito longe disso, mas acho que esse tutorial mais simples e direto pode ser útil pra quem pretende começar a usar o Hyperspin e aprender seus macetes. Espero ter ajudado, qualquer novidade eu volto aqui e divulgo. Muito provavelmente novos tutoriais ensinando mais macetes e dicas sobre Hyperspin virão, bem como sobre outros front-ends também! Abraços!

36 comentários:

  1. Belo post esse ai Cosmão curti esse lance do hyperspin.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia,

    vi que seu site oferece arquivos para baixar. O Minhateca.com.br é um site de armazenamento e compartilhamento de arquivos com espaço ILIMITADO e totalmente gratuito! Sem tempo de espera ou qualquer restrição, download ilimitado e super rápido - 100% GRATIS! Porque não usa nosso site para hospedar os arquivos da shugames?

    ResponderExcluir
  3. tem uns 2 anos ou mais que conheço o hyperspin e já passei horas e horas escrevendo scripts e configurando, mas no final vale a pena.

    ResponderExcluir
  4. Cosmão, isso é mais do que um post, isso é um serviço de utilidade pública!! Também tinha ouvido falar desse front-end e também passei muito tempo tentando instalá-lo corretamente. É incrível como é bem mais simples do que imaginava.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Adney!

      Fiquei tão puto com esse front-end que prometi pra mim mesmo que faria um tutorial dele assim que aprendesse a instalá-lo e configurá-lo.

      Devo lançar mais partes desse tutorial mais pra frente, como adicionar vídeos, fotos, configurar joystick no front-end (que é o que estou aprendendo agora na marra), etc.

      Excluir
    2. muito bom cara! com certeza acho que vc consegue me tirar uma duvida sobre o Hyperspin... como faço pra que ele depois de iniciado não retorne para o windows?

      Excluir
  5. Valeu cara , pro começo está ótimo , o resto é com nóis ...

    Mas uma coisa tá pegando , a seleção de sistemas e jogos pelo joystick , não consigo fazer funcionar aqui nem a pau , alguma dica ???

    Valeu ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou passando pelo mesmo problema, descobri que essa porcaria não reconhece joystick. Um puta front-end desses não vem com reconhecimento nativo de joysticks, é preciso rodar um programa em paralelo que faça a "troca" das teclas por botões. Até o Maximus Arcade tem joystick nativo e fácil de configurar....

      Tentei usar o JoytoKey, mas ainda não obtive bons resultados. Pelo x-padder também não, mas vou continuar tentando. Só vou dar uma pausa com Hyperspin agora porque dediquei praticamente 2 meses da minha vida pra fazer essa budega funcionar de acordo. Pelo menos, via teclado, a coisa flui muito bem hehehe!

      Excluir
  6. Oi amigo não tive problemas com o Joystick porque meu controle Arcade é feito com teclado (eu construi um fliperama modelo vewlix) esse hyperspin é novo e o modo de adicionar sistemas é diferente da versão antiga, gostaria de poder adicionar o sistema PC Games...bom fica ai minha sugestão para o seu próximo passo-a-passo (como adicionar um sistema ao hyperspin)...abraços

    ResponderExcluir
  7. Mano, eu vou aprender a mexer nesse nesse tróço, seu tutorial deixou tudo mais fácil Cosmão.

    Valeu mesmo por compartilhar a expêriencia ^^

    ResponderExcluir
  8. Cara onde está o link do Hyperlist??? Vc escreveu que ia deixar o link, mas não achei pra baixar....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está no post sim, mas vou colar aqui também:

      http://www.4shared.com/get/Bb6TB8ne/hyperlist_installer.html

      Excluir
  9. Bom dia,

    vi que seu site oferece arquivos para baixar. O Minhateca.com.br é um site de armazenamento e compartilhamento de arquivos com espaço ILIMITADO e totalmente gratuito! Sem tempo de espera ou qualquer restrição, download ilimitado e super rápido - 100% GRATIS! Porque não usa nosso site para hospedar os arquivos do seu site?

    ResponderExcluir
  10. Tutorial mais simples e objetivo que encontrei até agora, parabéns.Recentemente tenho dedicado parte do meu tempo ao hyperspin também. Pra quem está procurando media para o hyperspin, sugiro o hyperfreespin(google it), é necessário cadastro para se ter acesso ao hypercloud do site, que uma espécie de banco de dados de medias, lá encontra-se uma boa quantidade de medias(imagens, videos, wheels, themes), a dica é usar o tradutor do google pra quem, assim com eu, não entende bulhufas de francês.

    ResponderExcluir
  11. Parabéns!
    Excelente contribuição.

    ResponderExcluir
  12. Cara eu baixei esse aquivo de 90gb da hyperspin, mas estou com uma bronca do tamanho de um treem. Não sei configurar o arquivo baixado.

    Como você fez pra configurar ele? Como atualizar os executaveis e se precisa mais de alguma coisa. Se puder manda pra meu e-mail que posto aqui no forum.

    silvios1982@gmail.com

    Valeu!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  13. Orra, bicho, muito útil, mas deu uma preguiça da porra de fzer isso tudo. Bom tópico.

    crude-trader.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Realmente o Hyperspin é muito útil, porém extremamente complicado. Além disso, dizem que o mesmo não é mais atualizado faz alguns anos, estando descontinuado.

    De todo modo, ao procurar por Frontends mais simples, me deparei com o "mGalaxy" (http://www.mgalaxy.com/). É muito fácil de configurar e bastante funcional. Pretendo usá-lo em conjunto com o Steam Big Picture, já que o mGalaxy também oferece navegação pela sua interface através de joysticks.

    Os únicos contras que encontrei foram:

    1. A impossibilidade de customização da interface (para novos skins e temas, só na versão para apoiadores, obtida mediante doação de pelo menos 8 dólares no Paypal);
    2. Ter de baixar informações de cover, screens e vídeos manualmente, a partir de sites como Emumovies (http://emumovies.com). Felizmente, há um aplicativo que agiliza enormemente este trabalho (http://www.mgalaxy.com/forum/index.php?topic=476.0), sendo capaz de pesquisar suas roms pelo nome e baixar do site as informações.

    Tirando isso, é muito bom.

    ResponderExcluir
  15. Cosmão segui seu tutorial, mais estou tendo problemas com o emulador do super nintendo snes9x , da erro não encontra o Hyper launcher.exe , poderia me ajudar com essa parte do global emulators, não entendi muito bem, obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente não vou poder ajudá-lo, visto que acabei por abandonar esse front-end assim que terminei o tutorial. Achei demasiadamente complicado ficar configurando vídeos, snapshots, o próprio hyperspin além dos themes e wheels, então, deletei tudo (sério, peguei a pasta inteira e joguei fora hehehe).

      Estou usando no momento o Maximus Arcade e gostando bastante, pro meu uso ele é bem satisfatório e funcional, além de ser muito mais simples de configurar do que o Hyperspin.

      Excluir
  16. Ei galera, criei um blog sobre o genero Espada & Fantasia. Quem puder da uma curtida na fanpage e ficar por dentro https://www.facebook.com/EspadaEFantasia :D
    O link do blog é http://espadaefantasia.blogspot.com :D

    ResponderExcluir
  17. boa tarde campeao,nao estou conseguindo fazer o mesmo que vc explico ai em cima com mame

    ResponderExcluir
  18. Parabéns pela iniciativa camarada!

    ResponderExcluir
  19. Caramba! Tá explicado porque eu nunca fiz essa coisa funcionar! Como sou ingênuo!!! Existe um mundo de coisa a se fazer depois do download! Parabéns pela iniciativa, pela didática e pelo blog! Sensacional!!!! Ass: Marcelo Cacimiro

    ResponderExcluir
  20. eai cara, muito bom mesmo, vi todo mundo falando que era dificil configurar este front end mas somente com seu tutorial consegui fazer funcionar em meia hora aqui no emprego... um grande abraço

    ResponderExcluir
  21. Cara eu comprei uma maquina arcade que vem com o HyperSpin ela ja está toda configurada porem tem poucos jogos, eu queria saber um método mais direto pra so rodar os jogos e adicioná-los

    ResponderExcluir
  22. Cara, por favor, eu fiz tudo como está acima, só que na hora de iniciar o jogo ele aparece " Cannot Find HyperLaunch.exe" Como arrumar? Por favor, entre em contato : octaviofrancchi@hotmail.com

    ResponderExcluir
  23. Brother, eu nao tenho paciência pra comentar nada em blog nenhum, mas vc me salvou.
    Li diversos tutoriais em diversas línguas e nada.... no seu, meu Demul funcionou lindamente no hyperspin! Muito Obrigado.

    ResponderExcluir
  24. Pessoal, obrigado pelos elogios e incentivo, e me desculpem por não poder ajudá-los mais no Hyperspin (pra quem ainda não sabe, abandonei essa budega complicada). Estou usando e ainda configurando o Maximus Arcade e em breve pretendo soltar algum tutorial desses completos sobre ele, além de um tema muito parecido com o Hyperspin e facílimo de configurar. Aguardem.

    ResponderExcluir
  25. Muito bom esse blog viu! Tem tirado muito as minha dúvidas. Estou precisando de um link para baixar o HyperLauncher. No site oficial não localizei. Alguém poderia disponibilizar?

    ResponderExcluir
  26. No site oficial tem o link pra download, é o arquivo com (unknow size) se não me engano.

    ResponderExcluir
  27. cannot find y emulador psx2, eu ñ sei como colocar na pasta pra rodar perfeitamente.

    ResponderExcluir