quinta-feira, 21 de julho de 2011

The Adventures of Batman & Robin (SNES)


Se existe um jogo do Batman que me deixa com raiva é esse Adventures of Batman & Robin do SNES. Não por ele ser ruim, longe disso. O problema é que o game é difícil pacas pra quem mal o conhece. Nada aqui é feito pra te ajudar, as fases possuem muitas armadilhas, os inimigos sacam armas sem avisar e os chefes tem um esquema certo para serem derrotados. Até aprender tudo, lá se vão muitas vidas, continues e a paciência dos mais apressados.


Adventures of Batman & Robin, definitivamente, não é um jogo pra se sair correndo atacando os inimigos. Adaptado dos desenhos animados, o jogo coloca Batman (e às vezes até o Robin) em fases distintas, sempre enfrentando um dos vilões clássicos no final. Sendo um jogo de plataforma, é comum ter que subir por paredes, saltar buracos e usar o gancho do personagem de forma correta para transpor os obstáculos. Dito isso, muitos devem pensar que o game não deve ser tão difícil: ledo engano. Cada salto errado, soco mal encaixado e voadora na hora errada resulta em perda de energia, preciosa energia que precisa ser guardada pras infindáveis lutas contra os chefes.

a primeira etapa é no tradicional parque de diversões do Coringa

É certo que, uma vez aprendida a fase, a segunda ou terceira jogadas já não escondem muitos segredos. Mesmo assim, o jogo não dá um descanso sequer. Existem fases onde é preciso investigar salas, como no museum, ou resolver enigmas, saltar em árvores e até andar em uma montanha russa. O controle de Batman é bom, mas poderia ser melhor caso o personagem não fosse tão lento e pesado. Não precisa ser leve feito um papel como o Batman do Mega, mas assim também é sacanagem. O jogo ainda traz os apetrechos do morcegão, mas usá-los é quase tão raro quanto achar uma vida no game, mesmo que em alguns estágios eles sejam necessários.


O jogo fornece passwords no intervalo das fases, além de ser possível escolher os acessórios que pretende levar antes de começá-las. Somente na dificuldade HARD é que os passwords somem, onde é preciso terminar o jogo em uma única jogada, tarefa pros mas viciados.

Os gráficos são o maior chamariz aqui: tudo é muito bem feito, fases com fundos bem desenhados, personagens bem animados e inimigos bem retratados. O visual em si não é poluído, o que conta muito em um jogo onde aprender a saltar e golpear é primordial para sobreviver. O som segue o ritmo do jogo, com músicas leves e colocadas na hora certa. Os efeitos sonoros variam entre os berros de Batman ao levar algum dano e dos inimigos ao morrerem até barulhos de socos e bombas explodindo.

essa maldita demora bastante pra morrer...

Robin faz uma participação aqui e acolá, mas sem nenhuma profundidade, o que não é um ponto negativo, entretanto. Os encontros com os chefes ocorrem de maneira diferenciada, onde cada um pede uma estratégia diferente de combate. Em alguns é preciso ter paciência antes de atacar, outros é preciso desviar várias vezes enquanto alguns vem pra cima de você com tudo o que tem em mãos. A diversidade de lutas e de objetivos em algumas fases dá o toque final no game, acrescentando uma boa variedade e não deixando o game cair na mesmice.

Robin aparece em algumas cutscenes e também acompanha Batman em algumas curtas etapas

Mesmo sendo de difícil aprendizado, a insistência pode mostrar um jogo viciante aos mais esforçados. AB&R é um jogo bem gostoso de se jogar assim que se aprende seus macetes, as fases variadas assim como as épicas lutas contra os clássicos chefes coroam o pacote indispensável pra um fã do morcegão.

Resumão:
+ gráficos bem feitos, parece desenho animado;
+ fases e lutas contra chefes bem variadas;
- a dificuldade pode afastar os menos insistentes;

Final Score: 8.0

18 comentários:

  1. Hahaha me passou pela cabeça a fase da montanha russa...odiava aquilo!!!
    Muito bom o blog...visitarei sempre.
    Achei por acaso procurando dicas do actRaiser rsrs

    ResponderExcluir
  2. Muito bom mesmo viu Cosmão cheguei a jogar mas não consegui ir muito longe no jogo .

    ResponderExcluir
  3. O mais estranho pra mim na época, era ver um batman e robin bem mais frenético,de 2 players e mil vezes mais hard no mega rsrssrs

    ResponderExcluir
  4. Os gráficos são muito bonitos mesmo. Gosto bem mais deste estilo visual do Batman The Animated Series. É mais interessante e agradável aos olhos que os hiperdetalhados e bombados.

    ResponderExcluir
  5. @Kwan
    Eu também odeio amigo, eu também hehehe!

    @aki é rock
    Raramente passo do museum, fase cheia de indas e vindas...

    @Kwan
    Cara, esse Batman do Mega beira o impossível, à não ser que vc dedique um dia inteiro treinando e decorando os movimentos dos inimigos.

    Um dia eu ainda jogo ele inteiro e posto aqui no Shugames.

    @Heider
    Concordo. Os gráficos desse jogo são tão bonitos que parecem relaxar os olhos, algo raro de se observar em um game.

    ResponderExcluir
  6. Esse jogo é muito bom, difícil também. Nunca passei da fase do labirinto, que é a penultima e no final dela se tem uma batalha cruel contra o charada...puts o cara fica destruindo o chão...só decorando mesmo.

    Mas o título do jogo por si só é estranho pois o Robin só aparece no fase do museu, bem que a Konami poderia ter colocado como um personagem jogável.

    ResponderExcluir
  7. @João do caminhão
    Já me falaram sobre essa fase do Charada, dizem ser uma das fases mais difíceis dos 16 bits.

    Robin podia ser jogável mesmo, mas, como na maioria dos jogos do Batman, focam mais no morcegão.

    ResponderExcluir
  8. O jogo tem gráficos muitos bons, lembro de jogar Batman no NES e ele era uma mancha de vários tons de azul e preto...

    Mais uma bela review :)

    ResponderExcluir
  9. Eu não conhecia. Gostei muito do estilo Cartoon dos gráficos, me interessei, vou jogar com certeza. Abração!

    ResponderExcluir
  10. Jogo massa, gráficos da hora e jogo super difícil. Jogar no Hard é coisa pra maluco mesmo. Belo post Cosmão!!!

    ResponderExcluir
  11. Esse jogo é um dos melhores do morcegão!
    É realmente difícil pra caramba, só a primeira fase na parte da montanha-russa já é chata, imagina as outras...
    A do Labirinto é a pior de todas de fato!

    Mas eu consegui terminar, e valeu muito a pena.
    É um jogão!

    ResponderExcluir
  12. Parece bem legal! Sinto muita falta da dificuldade dos games do Mega e Snes!Era super legal sofrer horas para chegar ao fim de um game!! Hoje dificilmente isso acontece!

    ResponderExcluir
  13. concordo com vcs,um jogo mto legal,mto Top,zerei graças a um emulador(salvava antes de enfrentar um chefe) e jogando no easy,pois no Snes nunca tinha zerado,essa dica funciona contra ALGUNS inimigos,AGACHAR,ROLAR,CHUTAR e IR PARA O OTRO LADO,faze isso ate mata o chefe,se vcs prestarem atenção o Coringa na montanha russa fik fazendo isso no final da luta,o espantalho tb no avião,a mulher gata é só paralisa c o batarangue e bate nela,

    ResponderExcluir
  14. no meu jogo qdo comprei veio c os passwords ai eu colocava na fase seguinte,caso não conseguisse passa

    ResponderExcluir
  15. claro q eu tentava passa né :)

    ResponderExcluir
  16. I like the helpful info you provide in your articles.
    I'll bookmark your blog and check again here regularly. I am quite certain I'll learn many
    new stuff right here! Best of luck for the next!


    Also visit my webpage :: Online Games

    ResponderExcluir
  17. I am really loving the theme/design of your
    blog. Do you ever run into any web browser compatibility issues?
    A number of my blog readers have complained about my website not working correctly in Explorer but looks great in Chrome.
    Do you have any solutions to help fix this problem?


    Take a look at my page Free Batman Games

    ResponderExcluir
  18. nao consegui passar da faze do charada, mas a fase do espantalho tambem era dificil

    ResponderExcluir